segunda-feira, 1 de maio de 2017

PLANEJAMENTO NA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA

Resultado de imagem para organização


Por Valdir INÁCIO
Formado em Gestão Pública
Ativista e Blogueiro Social

Considerando que a grande maioria dos administradores públicos dos municípios brasileiros não atentam-se para um tema de grande importância que faz a diferença na vida de quem o pratica, atentei-me para escrever algo sobre o assunto. Ao final desta leitura, você será capaz de compreender de forma geral, o contexto aplicado à administração pública.

O processo do planejamento é uma atividade de extrema importância para as organizações públicas e privadas. Planejar é escrever o que pretende-se para o futuro. 

Em outras palavras, o planejamento na administração pública é saber o que fazer, quando fazer, onde fazer, como fazer, com quanto fazer e para quem fazer. Assim, o planejamento deve conter, entre outros atributos, um plano, programa, ações, projetos, atividades e valores. Deve partir do geral (planejamento estratégico) para o específico (planejamento operacional). No entanto, para que haja comunicação entre os dois, deve haver o planejamento intermediário (planejamento tático).

Resumidamente, podemos destacar duas fases principais do planejamento na área pública, são elas: fase de preparação e fase de execução.

A Fase de Preparação, é de personalidade política e vai da formulação até a aprovação do plano. É sem dúvida uma fase essencial, pois deve ser precedida de pesquisa, dando condições ao órgão planejador para um diagnóstico, visando à fixação dos objetivos e das metas, com vistas aos programas e projetos.

Já a Fase de Execução, é de caráter técnico, que envolve a implementação, o controle e a avaliação do plano. Nesse momento, o planejamento está ligado ao orçamento. A importância é tão grande que sem aquele elemento, é impossível a sua existência por falta do elemento principal, o planejamento.

Os princípios do planejamento na administração pública são: Racionalidade, Previsão, Universalidade, Unidade, Inerência e Continuidade. Cada um tem o objetivo de direcionar de forma organizada e integrada a atividade de planejar. Os planejamentos: Global,Regional e Setorial, tem como função delimitar o campo de abrangência das atividades de planejamento na administração pública. 
Resultado de imagem para organização
O sistema de planejamento na administração pública está estruturado de forma a atender aos três instrumentos de planejamento: PPA - Plano Plurianual, a LDO - Lei de Diretrizes Orçamentária, e a LOA - Lei Orçamentária Anual. Norteando-se por um conjunto de elementos - planos, programas e ações, que tem a função de dar sustentação ao processo de tomada de decisão e de alocação de recursos.

Todo gestor público deve priorizar em sua administração o planejamento das ações públicas. Pois do contrário, corre-se um grande risco de seu governo ter os piores resultados possíveis. Uma vez que, o instrumento de planejar deve ser um hábito diário, seja na gestão pública ou mesmo na vida privada. O ato de planejar é um instrumento fundamental da administração pública, sendo o ponto de início para uma administração eficiente e eficaz. A compreensão geral do planejamento dar ao administrador público um instrumento fundamental de gestão para avaliar os resultados de uma boa ou péssima administração. 

Dessa forma, cabe ao gestor público, planejar e dividir com a sociedade, através do orçamento participativo, a responsabilidade de construir um planejamento compatível com a realidade das necessidades do município e do povo. Pense nisso!


Livro Base para Pesquisa:

PLANEJAMENTO E ORÇAMENTO NA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA
Doralice Lopes Bernardoni e June Alisson Westarb Cruz

2 comentários:

  1. A Prefeitura de Canindé precisa urgentemente de um rumo. Falta planejamento. Será que o Prefeito terá coragem de fazer um planejamento que sirva de plano de ação?

    Seus secretários precisam tirar a bunda das cadeiras e conhecer a realidade do povo e das comunidades.

    Eita Canindé que tende a caminhar na contramão do desenvolvimento.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Caro leitor,

      O município de Canindé de São Francisco está passando por um momento de transição. Recentemente perdemos um prefeito em que o povo, maioria, depositou esperanca e confiança.

      No entanto, o atual Prefeito Ednaldo da Farmácia, desde que assumiu a Prefeitura está empenhando-se para fazer a gestão e o Município dar certo. É evidente que isso não acontece de de um dia para noite, ao contrário, demanda tempo e muito trabalho.

      Acredito que Ednaldo fará os ajustes necessários para que essa seja uma das gestões mais efeciente e objetivas de todos os tempos. Sobre a criação de um Plano de Ação - planejamento estratégico, é uma medida necessária nesse e em qualquer outro governo.

      Digo ainda, que os secretários municipais tem que ser humildes para ouvir os reclames e sugestões do povo canindeense. Só assim, estes estarão ajudando diretamente o Prefeito a materializar essa gestão.

      Vamos ter paciência que nossa Canindé voltará à trilhar no caminho do desenvolvimento. É questão apenas de tempo!

      Excluir

Amigo/a, agradecemos pela sua visita e comentário.