quarta-feira, 10 de maio de 2017

COORDENADORIA DE JUVENTUDE DA PREFEITURA DE CANINDÉ LANÇA ID JOVEM

Foto: Coord. de Juventude
A prefeitura de Canindé de São Francisco, através da Secretaria de Turismo, Cultura e Esporte, participou na manhã desta terça-feira (09/05) da implantação do programa ID Jovem no município. A composição da mesa do evento contou com a participação do coordenador municipal da Juventude, Valdir Inácio; do coordenador estadual da Juventude, Fredson Santana; do coordenador nacional da Juventude Igor Rodrigues; do diretor de Esporte de Canindé, Luciano Ferreira; da diretora do Departamento de Cultura de Canindé, Ivone Feitosa e do secretário de Estado do Esporte, Lazer e da Juventude, Antônio Hora Filho. Todos tiveram a oportunidade de falar para os jovens estudantes que lotaram o auditório do Ministério Público em Canindé.

Valdir Inácio, coordenador municipal da Juventude, revelou que está trabalhando para tornar o ID Jovem de Canindé uma referência em todo o estado. Realização de consulta pública, criação do plano municipal da juventude e implantação do Conselho Municipal da Juventude são as principais metas a serem alcançadas. “Vamos defender os interesses da juventude. Vamos mostrar o nosso know-how e a nossa capacidade de mobilização. Somos oito mil jovens. Devemos ser reconhecidos na hora do voto e após o voto. Precisamos nos apoderar dos nossos direitos e dos nossos espaços”, disse Valdir Inácio.

Mais informações, clique aqui.

Ivone Feitosa abriu a solenidade dando boas-vindas aos representantes do programa e ao secretário Antônio Hora. Aos jovens, a diretora de cultura afirmou que na gestão do prefeito Ednaldo da Farmácia os jovens terão vez, voz e espaço, haja vista que a administração está determinada a ouvir e a respeitar os legítimos direitos da juventude. “Quero ouvir o que vocês desejam, o que necessitam”, ressaltou Ivone.

Valdir Inácio, coordenador municipal da Juventude, revelou que está trabalhando para tornar o ID Jovem de Canindé uma referência em todo o estado. Realização de consulta pública, criação do plano municipal da juventude e implantação do Conselho Municipal da Juventude são as principais metas a serem alcançadas. “Vamos defender os interesses da juventude. Vamos mostrar o nosso know-how e a nossa capacidade de mobilização. Somos oito mil jovens. Devemos ser reconhecidos na hora do voto e após o voto. Precisamos nos apoderar dos nossos direitos e dos nossos espaços”, disse Valdir Inácio.

Foto: Site Prefeitura de Canindé
O secretário Especial da Juventude de Sergipe, Fredson Santana explicou aos jovens a importância das políticas voltadas exclusivamente a faixa etária abraçada pelo projeto. Segundo ele, o país precisava de ações e programas específicos, dedicados, que pudessem compreender os anseios e ânsias, prazeres, desejos, carências, necessidades, peculiaridades, sonhos e transformações e formações físicas, metais e sociais dos cidadãos que se encontram entre as crianças e adolescentes e os considerados adultos. “É importante saber que só existe política pública efetiva, quando este público é reconhecido pela Constituição Federal. Antes (do ID Jovem), infelizmente, no Brasil, as pessoas acima dos 17 anos de idade eram vistas como adultos. Então não tinha porque criar uma política para esta dita juventude”, disse Fredson Santana, ressaltando as especificidades e características inerentes ao jovem com idade entre 17 e 29 anos.

Antônio Hora, secretário de estado, enalteceu o potencial turístico e cultural de Canindé de São Francisco. Ele pediu articulação e mobilização aos jovens, e que os mesmos escolham e decidam o que os agentes públicos devem fazer por eles, principais protagonistas do programa.

O diretor municipal de Esportes, Luciano Ferreira, colocou o Departamento e os equipamentos recreativos e esportivos a disposição dos jovens e do ID Jovem, salientando as limitações da prefeitura. “Temos apenas um ginásio de esportes na sede do município, por sinal disputadíssimo pela nossa juventude. O que depender de nós, o direito a meia-entrada em eventos artísticos, culturais e esportivos serão respeitados. Quem quiser locar espaço público autorizado por nós vai ter que cumprir a lei que garante ao jovem o desconto de 50% do ingresso”, garantiu Luciano Ferreira.

No final do evento, os organizadores sortearam entre o público jovem um smartphone. O estudante Elizeu da Conceição Silva, do Colégio Estadual Dom Juvência, foi o felizardo ganhador.

(O programa “Identidade Jovem” vai fornecer documento de identificação para jovens de 15 a 29 anos com renda familiar de até dois salários mínimos e inscritos no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico). A disponibilização da Identidade Jovem amplia direitos e assegura as conquistas do Estatuto da Juventude.

A Identidade Jovem será um documento de emissão virtual, acessado por meio de aplicativo para smartphones e pela Internet. O documento também terá emissão em cartões plásticos para as localidades onde há dificuldade no acesso à rede mundial de computadores. O jovem cadastrado poderá apresentar a Identidade Jovem em salas de cinema, teatros, estádios de futebol ou empresas de transporte interestadual.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Amigo/a, agradecemos pela sua visita e comentário.