sábado, 11 de abril de 2015

ECONOMIA NACIONAL - TAXA DE DESEMPREGO CHEGA A 7,4

Taxa de desemprego medida pela Pesquisa Nacional por Amostra Domiciliar (PNAD) chega a 7,4%: O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) divulgou nesta manhã a nova edição da PNAD feita de maneira contínua e mensal.

Continue lendo, clique aqui.

Segundo esta pesquisa, que possui uma metodologia diversa da Pesquisa Emprego e Desemprego mensal do IBGE (por abranger mais cidades e regiões metropolitanas), a taxa de desemprego no Brasil no trimestre encerrado em fevereiro de 2015 foi de 7,4%, superior aos 6,8% registrados no mesmo trimestre de 2014 e aos 6,5% registrados no trimestre imediatamente anterior, encerrado em novembro de 2014. 

Houve aumento de 14,7% no contingente de pessoas desempregadas (de 6,45 milhões para 7,4 milhões) e redução de 0,4% no total de pessoas ocupadas na comparação com o trimestre imediatamente anterior. A renda média real do trabalhador brasileiro seguiu em elevação, chegando a R$ 1.817, um crescimento de 1,3% em relação ao trimestre anterior e de 1,1% em comparação com o mesmo período de 2014.

Ressalta-se que a PNAD utiliza o conceito de trimestre móvel, ou seja, o trimestre é representado pelos últimos três meses da pesquisa, portanto os dados do próximo mês apresentarão nova alteração nos dados trimestrais.

Fundação Perseu Abramo

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Amigo/a, agradecemos pela sua visita e comentário.