quarta-feira, 25 de março de 2015

MÉDICOS, DENTISTAS E ENFERMEIROS DE SOCORRO ATUALIZAM CONHECIMENTOS EM TESTE RÁPIDO PARA SÍFILIS E HIV

Médicos, dentistas e enfermeiros durante palestra
Foto: ANS
A Secretaria Municipal de Saúde (SMS) de Nossa Senhora do Socorro iniciou na manhã desta quarta-feira, 25, a Capacitação em teste rápido para HIV e Sífilis na Atenção Básica.  O curso é destinado aos médicos, dentistas e enfermeiros que atuam no Programa de Saúde da Família (PSF). Ele é realizado em parceria com a Secretaria de Estado de Saúde (SES).

Continue lendo, clique aqui


A atualização de conhecimentos foi dividida em duas etapas, a teórica que aconteceu no auditório da sede da Secretaria. A prática será nesta quinta-feira, 26, pela manhã, nas Clínicas de Saúde da Família dos conjuntos Marcos Freire I e II.

Coordenadora da Epidemiológica de Socorro, Maysa Veira
Foto: ANS 
De acordo com a coordenadora da Vigilância Epidemiológica da SMS, Maysa Vieira dos Santos, a capitação dos profissionais do PSF é continuidade das que foram realizadas em 2014, seguindo o plano de ações do secretário Saulo Eloy Filho.

“Estamos capacitando esses profissionais com o objetivo de melhorar nossos índices de tratamento de pessoas com essas doenças. Queremos que médicos, enfermeiros e dentistas tenham segurança na busca ativa desses pacientes, para que possamos tratá-los de forma satisfatória”, ressaltou Maysa.

Uma das palestrantes da capacitação foi à coordenadora do Núcleo de Doenças Transmissíveis da Secretaria de Estado da Saúde, enfermeira Mércia Feitosa de Souza. Ela abordou o ‘Perfil epidemiológico da sífilis congênita, da sífilis na gestante e da Aids em adulto, no município’.

“Os desafios desses profissionais é melhorar a taxa de detecção dessas doenças, principalmente a sífilis congênita. Como o médico e o enfermeiro já detectam e tratam os pacientes, nós também queremos envolver os dentistas, pois na hora do tratamento dentário, eles podem estimular as gestantes que ainda não fizeram, que façam o teste rápido de detecção da Sífilis e HIV”, esclareceu Mércia.

ASCOM /ANS

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Amigo/a, agradecemos pela sua visita e comentário.