sábado, 6 de setembro de 2014

LEMBREMOS O SAUDOSO: "EU NÃO DISCUTO PESQUISA"

Dedadeso2A dúvida a povoar a mente de parte do eleitorado sergipano, dada a disparidade entre os resultados das pesquisas Ibope e Vox Populi para o Governo do Estado, lembrou-me uma entrevista que fiz com o deputado federal Mendonça Prado, em 2010, após a divulgação de uma pesquisa também para o Governo do Estado, envolvendo o saudoso Marcelo Déda x João Alves Filho. Veja o que disse Mendonça Prado à época ao Universo a respeito do Ibope. Depois entro em campo.










Por Joedson Telles

“Está a serviço do PT. Vou apresentar projeto para proibir a divulgação de pesquisas nas eleições. É preciso acabar com a essa picaretagem. Esse é um instituto que não merece a minha atenção. O Ibope é um manipulador das mentes. Trata-se de um instituo sem credibilidade, capaz de causar danos à democracia”, ajuizava, argumentando que, na eleição para prefeito de Aracaju, em 2008, quando foi derrotado pelo então prefeito Edvaldo Nogueira (PC do B), foi vítima das mentiras do Ibope, que o colocou em terceiro lugar. Terminei em segundo à apenas 4,4 mil votos do 2º turno. O Ibope mentiu”.

Em campo. Evidente que, assim como as pesquisas, os juízos emitidos podem representar o momento. E, mais evidente, nem sempre a realidade. Não sei se o deputado Mendonça Prado mantém a sua opinião sobre o Ibope. Como jornalista, cumpria ali a minha obrigação de ouvi-lo como um político que fazia uma dura oposição ao PT – que na pessoa do saudoso Marcelo Déda liderava a disputa, segundo o Ibope, contra João Alves Filho. Aliás, como é praxe, fui atrás também de Déda, velando o jargão da profissão “ouvir sempre o outro lado”. Relembre o que disse o saudoso. “Eu não discuto pesquisa. O deputado (Mendonça Prado) está no direito dele”, disse. Como sempre, o saudoso mandou bem na fala.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Amigo/a, agradecemos pela sua visita e comentário.