quinta-feira, 7 de agosto de 2014

KAKÁ ANDRADE ELOGIA MOSTRA DE CINEMA REALIZADA PELO TRIBUNAL DE CONTAS DE SERGIPE

Kaká Andrade na tribuna do Senado Federal

Créditos: Divulgação
O senador Kaká Andrade (PDT-SE) elogiou, em Plenário, a primeira Mostra Curta Sergipe, realizada pelo Tribunal de Contas do estado nos dias 30 e 31 de julho em Aracaju. A mostra, registrou o senador, reuniu oito curta-metragens e dois longa-metragens, todos produzidos em Sergipe.


por, Agência Senado

Para ele, a iniciativa do Tribunal de Contas de Sergipe possibilita a aproximação do órgão com a sociedade sergipana e dos cidadãos com a cultura do estado.
- Ao proceder assim, o Tribunal de Contas de Sergipe contribui com possibilidades essenciais de sustentação das nossas manifestações artísticas e culturais, fornece meios para a sua afirmação e aproxima a população da arte e da cultura – afirmou.

João Ubaldo

Um dos filmes exibidos na mostra foi Sargento Getúlio, de Hermanno Penna, inspirado na obra do escritor baiano João Ubaldo Ribeiro, falecido recentemente. Sargento Getúlio é um filme de 1983, baseado no livro homônimo de João Ubaldo. O filme conta a história de Getúlio, um sargento que tem a missão de levar um prisioneiro de Paulo Afonso a Aracaju, e, no meio do caminho, recebe a ordem de soltá-lo, mas decide terminar a missão que lhe fora confiada. O filme tem o ator Lima Duarte no papel principal.

- A apresentação desse filme soa até como homenagem a João Ubaldo Ribeiro, pois, aos dois meses de idade, sua família se mudou para Aracajú, onde passou parte da sua infância – lembrou o senador.
O segundo longa-metragem exibido foi Aos Ventos que Virão. O filme conta a história do fim do cangaço e de um cangaceiro que sonha em conhecer Brasília e por lá recomeçar a vida. Ambos os longas-metragens são do cineasta sergipano Hermano Penna.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Amigo/a, agradecemos pela sua visita e comentário.