quarta-feira, 20 de agosto de 2014

GILMAR CARVALHO LAMENTA PROPOSTA REJEITADA

Na tribuna da Assembleia Legislativa, na sessão de segunda-feira, 18, o deputado Gilmar Carvalho fez referência à capa da revista IstoÉ, desta semana, que destaca uma das frases deixadas pelo ex-governador de Pernambuco e candidato à Presidência da República Eduardo Campos, falecido num acidente aéreo na semana passada. O parlamentar citou a frase em que Campos dizia que a mudança no país só se verificará para melhor quando pobres e ricos estudarem nas mesmas escolas.






Por Edjane Oliveira
Universo Político


Em seu discurso, Gilmar Carvalho lembrou que por duas vezes ele apresentou projeto de lei nesse sentido na Assembleia. “Eu propus já por duas vezes. Uma vez não era ano eleitoral. E agora, mais recentemente, e a proposta foi rejeitada duas vezes e rejeitada em Comissões da Assembleia”, disse. O primeiro projeto foi o 148/2011, que determinava a obrigatoriedade aos agentes públicos em exercício de mandato eletivo matricularem seus filhos e demais dependentes em escola pública.

Mais recentemente, o deputado Gilmar Carvalho apresentou o projeto de lei 14/2014, que dispõe sobre a matrícula dos filhos de agentes públicos no Estado de Sergipe nas escolas de ensino fundamental. “Desse jeito, quem rejeita está dizendo que é melhor desistir do Brasil. Perdoem-me a sinceridade”, finalizou o parlamentar.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Amigo/a, agradecemos pela sua visita e comentário.