sexta-feira, 13 de junho de 2014

Espanha x Holanda "reeditam" a final de 2010 na Fonte Nova

Michael Steele/Getty Images#Iniesta comemora o gol que deu o primeiro título da Copa do Mundo à seleção espanhola, em 2010
Michael Steele/Getty Images
Iniesta comemora o gol que deu o primeiro título da 
Copa do Mundo à seleção espanhola, em 2010

SERGIPE, Canindé Depois de decidir o título na África do Sul, equipes europeias se encontram na primeira rodada do Grupo B do Mundial do Brasil.



por Portal da Copa, da redação

Em Salvador, a Copa do Mundo da FIFA 2014 começa exatamente onde a última terminou. Nesta sexta-feira (13.06), às 16h, Espanha e Holanda protagonizam a primeira partida da Arena Fonte Nova. Em 2010, na África do Sul, as duas seleções fizeram a final do Mundial, vencida pela Espanha por 1 x 0, gol de Iniesta na prorrogação. Agora, o duelo é válido pela primeira rodada do Grupo B.

Na reedição do jogo histórico de quatro anos atrás, espanhóis e holandeses se reencontram naquela que é considerada por muitos a melhor partida de toda a primeira fase da Copa no Brasil. Em campo, vários jogadores que participaram da decisão serão protagonistas mais uma vez. Pela Espanha, a dupla do Barcelona Xavi e Iniesta, o goleiro Casillas e o zagueiro Piqué são alguns deles. Na Holanda, o poderoso trio formado por Sneijder, Robben e Van Persie será a aposta do técnico Louis Van Gaal.

Para jogadores e técnicos das duas equipes, no entanto, a final da África do Sul ficou no passado. Com discursos alinhados, espanhóis e holandeses destacam a importância da partida, mas evitam fazer comparações com o jogo de quatro anos atrás. “São jogos muito diferentes, não tem nada a ver com aquele da África. Mas também é uma partida muito importante”, afirmou o goleiro Casillas, um dos mais experientes de La Roja.

A expectativa em campo é de ver mais uma vez o famoso toque de bola espanhol em ação. O meia Xavi afirmou que é assim que a Espanha jogará. Já o técnico Vicente Del Bosque espera uma Holanda diferente. “Eles mudaram bastante nos últimos quatro anos. Nós fizemos o contrário, temos um grupo estável desde 2012”, observou.
Jasper Juinen/Getty Images#O goleiro Casillas, da Espanha, e o atacante Robben, da Holanda, se reencontram nesta sexta-feira, na Arena Fonte Nova, em Salvador
Jasper Juinen/Getty Images
O goleiro Casillas, da Espanha, e o atacante Robben, da Holanda,
 se reencontram nesta sexta-feira, na Arena Fonte Nova, em Salvador.
Do lado holandês, Robben não escondeu que a partida ganha uma importância maior por causa da final de 2010, mas deixou claro que a história agora é outra. “É um jogo especial, mas nos preparamos como se fosse apenas mais um. Há uma certa pressão, mas 2010 ficou no passado, queremos olhar para o futuro”, afirmou.
Invasão holandesa
A expectativa para o jogo desta sexta-feira é de que haja uma grande invasão holandesa na Arena Fonte Nova. Em Salvador, é possível encontrar torcedores holandeses por toda a parte, enquanto os espanhóis parecem estar em menor número. Além disso, são esperados muitos torcedores de outros países, inclusive brasileiros, pela importância do jogo e das duas seleções envolvidas.

No Pelourinho está prevista uma festa da torcida laranja desde cedo. Na área do Centro Histórico de Salvador, torcedores se reúnem para promover a Orange Square (Praça Laranja, em português) e prometem marchar do ponto turístico até a Fonte Nova. Depois do jogo, a festa continua, com a promessa da presença tanto de holandeses quanto de espanhóis.

Apenas o começo

Uma das 12 sedes da Copa do Mundo da FIFA, Salvador receberá outros cinco jogos da competição. Na próxima segunda-feira (16.03), mais um dos grandes confrontos da primeira fase será realizado na cidade. Às 13h, Alemanha e Portugal entram em campo na Fonte Nova, com a presença do melhor do mundo Cristiano Ronaldo.

Na sequência do Mundial, jogam na capital baiana França e Suíça, às 16h do dia 20 de junho, pelo Grupo E, e Irã e Bósnia, pelo Grupo F, em 25 de junho, às 13h. Salvador ainda será palco de duas partidas da fase eliminatória. Em 1º de julho, a cidade recebe, às 17h, o 1º colocado do Grupo H e o 2º do Grupo G pelas oitavas de final. A última partida na Bahia será em 5 de julho, às 17h, pelas quartas de final.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Amigo/a, agradecemos pela sua visita e comentário.