sexta-feira, 30 de maio de 2014

Secretário-geral da FIFA realizou visitas pelos 12 estádios do Mundial nas últimas semanas e detalhou agenda até a abertura da competição

Getty Images#
Getty Images
SERGIPE, Canindé Após mais um ciclo de visitas pelos 12 estádios que sediarão os 64 jogos da Copa do Mundo, que tem início no dia 12 de junho com a partida entre Brasil x Croácia, em São Paulo, o secretário-geral da FIFA, Jérôme Valcke, destacou que o clima da competição "toma conta do país" e detalhou os compromissos mais importantes da entidade e do Mundial até o primeiro jogo.


por Portal da Copa, da redação


"Durante a viagem, tive a chance de dar uma olhada no crescente entusiasmo com a Copa do Mundo da FIFA 2014 e nas ruas que começam a ser decoradas como manda a tradição – e isso é muito bom de ver. Na quarta-feira, a Austrália foi a primeira seleção a chegar, e nos próximos dias as outras 30 equipes visitantes e milhares de torcedores passarão pelos terminais dos aeroportos brasileiros. O clima da Copa do Mundo já é evidente até mesmo a milhares de metros de altura", comentou.

Valcke também ressaltou a importância do trabalho conjunto entre os governos e a FIFA e disse que os últimos ajustes estão sendo feitos. "No geral, estamos chegando lá e as equipes em cada local estão ocupadas dando os toques finais. Como disse tantas vezes, organizar uma Copa do Mundo da FIFA é um esforço coletivo e não teremos um momento sequer para relaxar até que os jogos inaugurais sejam disputados em todas as 12 cidades".

O último evento-teste na Arena Corinthians, palco da abertura, será realizado neste domingo (01.06), com a partida entre o clube paulista e o Botafogo (RJ), pelo Campeonato Brasileiro. No mesmo dia, o Tour do Troféu da Copa do Mundo será encerrado em São Paulo, após viajar por 267 dias em 90 países, além das 27 capitais brasileiras, com quase meio milhão de pessoas presentes somente em solo nacional.

No dia 02 de junho, será inaugurado o Centro Internacional de Transmissão (CIT) no Riocentro, principal núcleo para todos os meios de comunicação que estiverem cobrindo a Copa do Mundo, conectando todas as 12 cidades-sede e garantindo que as imagens do evento cheguem ao mundo. No dia seguinte, uma série de reuniões sobre a competição será feita em São Paulo, que terminará com o 64º Congresso da FIFA.

Por fim, o dirigente ressaltou o clima da Copa das Confederações e afirmou que os torcedores terão uma experiência inesquecível no país dos pentacampeões. "Para muitos, será uma experiência única. Eles merecem as melhores condições e uma calorosa recepção do país-sede, assim como expressou tão bem a presidenta do Brasil, Dilma Rousseff. Já tem Copa, como vocês diriam no Brasil", concluiu Valcke.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Amigo/a, agradecemos pela sua visita e comentário.