quinta-feira, 9 de maio de 2013

Doadores de Sangue do Alto Sertão mobilizados pela vida

Doadores de Canindé realizam
doação para ajudar cirurgia de moradora de Monte Alegre
Foto: Ascom/FSPH
CANINDÉ, Sergipe - A doação de sangue é mais que uma ação solidária, é um ato de amor ao próximo. Um grupo de doadores de Canindé de São Francisco, coordenado por, Arnou Silva, esteve na capital sergipana (07/05) e doaram sangue no Centro de Hemoterapia de Sergipe (Hemose). 

Confira na integra a matéria da Assessoria de Comunicação do Hemose.





Rede Jovem Canindé

Solidariedade mobiliza membros da Associação de Doadores de Sangue do Alto Sertão
Por: Assessoria de Comunicação Hemose

Maria Alves fará cirurgia cardíaca
Foto: Ascom/FSPH 
A doação de sangue une as pessoas, quando o assunto é praticar um ato solidário com o próximo. Um exemplo dessa união foi dado pelo grupo de doadores voluntários de sangue, com sede no município de Canindé do São Francisco. Eles compareceram ao Centro de Hemoterapia de Sergipe (Hemose) nesta terça-feira, 7, para realizar a doação, em favor da dona de casa, Maria Alves dos Santos, 64 anos.


Por conta de um problema no coração, a dona de casa, que reside no município de Monte Alegre, terá que ser submetida a uma cirurgia de ponte de safena, até o final desta semana. “Estou muito satisfeita com o apoio dos familiares e dos amigos. Minha cirurgia já foi desmarcada duas vezes por causa das bolsas de sangue solicitadas pelo meu médico. Agora tenho certeza que vai dar tudo certo”, disse Maria Alves ao lado do esposo.

Marlinda Santos Freitas
Foto: Ascom/FSPH
Do grupo de cinco doadores, apenas Marlinda Santos Freire é sobrinha da paciente Maria Alves. “Hoje é um dia especial para minha tia e por saber que ainda tem tantas pessoas solidárias no mundo. Esses doadores não conhecem nossa família, mas com boa vontade vieram ajudar”, comentou.


Elisangela Francisca da Silva
Foto: Ascom/FSPH
Doadora de sangue regular, Elisângela Francisca da Silva Lima, também fez questão de acompanhar do grupo. “Venho doar a cada quatro meses, fiz da doação uma rotina de saúde, além de ajudar as pessoas, estou me cuidando”, relatou ao afirmar que só sabe a importância da doação quem precisa de sangue.


Arnou Sival
Foto: Ascom/FSPH
De acordo com informações do diretor da Associação de Doadores de Sangue do Alto Sertão, Arnou Silva, o grupo desta manhã foi o terceiro mobilizado pela associação para ajudar na cirurgia da dona de casa. “Pelo menos a cada três meses a associação organiza um grupo para vir até o Hemose. Esse período pode reduzir, quando algum morador de um dos municípios vizinhos de Canindé precisa de sangue, as pessoas fazem questão de se somar e ajudar”, avisou.

Fonte: Hemose

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Amigo/a, agradecemos pela sua visita e comentário.